Prefeitura de Niterói lança Plano Estratégico para 2033

28/11/2014 - 20:11

post

O plano Niterói que Queremos apresenta os indicadores, os projetos e as metas de curto, médio e longo prazo, através dos estudos concretizados por meio da escuta pública realizada desde 2013 em um longo livro todo mapeado, com uma linguagem explicativa e ilustrações da cidade.

Para o desenvolvimento do “Niterói que Queremos”, foram realizadas entrevistas com 40 personalidades da cidade, 5.700 pessoas participaram da pesquisa web na Internet e 5300 crianças da rede pública municipal de educação foram envolvidas no Concurso “Criando a Niterói do Amanhã, para ajudar a traçar um diagnóstico preciso sobre os desafios e problemas de cada região de Niterói, através de redações, desenhos e redações ilustradas.

As metas transformadoras do Plano Estratégico foram divididas em sete grandes áreas de resultado: Niterói Mais Organizada e e Segura (mobilidade, desenvolvimento e ordenamento urbano e segurança), Saudável (saúde, saneamento básico e gestão de resíduos), Escolarizada e Inovadora (educação e ciência e tecnologia), Próspera e Dinâmica (desenvolvimento econômico e inserção produtiva), Vibrante e Atraente (meio-ambiente, cultura, esporte, lazer e entretenimento), Inclusiva (igualdade de oportunidades) e Eficiente e Comprometida (gestão pública, integração regional).

Os objetivos a curto prazo foram incluídos em 32 projetos estruturadores que deverão ser concluídos até 2016, diretamente vinculados às sete áreas de resultado. Entre eles, tornar Niterói a primeira cidade do Brasil com mais de 500 mil habitantes a ter todas as crianças na educação infantil em horário integral, 100% da população mais vulnerável economicamente coberta pelo programa Médico de Família e possuir 100% de todas as regiões e bairros da cidade com água tratada e esgoto tratado e coletado.

O prefeito Rodrigo Neves afirmou que esse é o primeiro plano estratégico desenvolvido e estruturado da história da cidade e que será um legado para as futuras administrações municipais e gerações.

“Esse plano é uma grande carta de navegação. Ele orientou as ações da Prefeitura e é a garantia para todos nós de que é possível atingir a nossa meta, o nosso sonho e o nosso desejo de transformarmos Niterói na melhor cidade do Brasil para se viver e ser feliz. Importante destacar que o plano foi construído com a participação da sociedade civil, dos diversos segmentos da sociedade. Tenho certeza de que o plano estratégico vai deixar um legado extraordinário para as futuras administrações e para as próximas gerações de niteroienses. Ele é fio condutor para que Niterói possa superar seus desafios e encontre o caminho seguro de prosperidade”, opinou.

A secretária municipal de Planejamento, Modernização da Gestão e Controle, Patricia Audi, afirmou que o plano é a realização de um sonho e pediu que a sociedade acompanhe e cobre os resultados.

“Estamos lançando uma estratégia para questões que não poderiam ser resolvidas em um governo e sim serem pensadas em longo prazo. É para a cidade que construímos esse plano e é importante que todos se apropriem dele e nos cobrem os resultados”, afirmou Audi, que destacou que o trabalho foi financiado pelo setor privado da cidade.

A elaboração do Plano Estratégico 2013/2033 contou com a participação do MBC (Movimento Brasil Competitivo) e também da Consultoria Macroplan.

Para acessar o Plano Estratégico, clique na imagem:

niteroiquequeremos(pdf, 81mb)